Um dos pilares dos programas de governo dos pré-candidatos ao comando de Minas, a segurança pública foi debatida ontem na capital mineira. 

Durante o encontro, o Sindicato dos Agentes Penitenciários fez uma homenagem ao senador Antonio Anastasia. O tucano tentará retornar ao cargo de chefe do Executivo mineiro pelo PSDB. 

“Essa homenagem é decorrente de um trabalho coletivo, não só meu. Nós organizamos, desde 2003, uma guarda penitenciária que foi evoluindo ao longo dos anos e se converteu, hoje, em uma realidade que ajuda muito a segurança pública, inclusive permitindo à Polícia Militar e à Polícia Civil retomarem as atividades constitucionais”, afirmou Anastasia.

Ao receber a homenagem, Anastasia ressaltou a importância da categoria. Ele estava acompanhado da deputada federal Raquel Muniz, que integra o partido do pré-candidato a vice, Marcos Montes (PSD). 

A homenagem acontece na mesma semana em que fornecedores de alimentos para 200 presídios do Estado e 36 centros socioeducativos para menores ameaçaram suspender as refeições para os internos por atraso nos pagamentos do governo, totalizando R$ 101 milhões. 

Nesta sexta-feira (13), o Governo de Minas repassou R$ 23 milhões, referentes a março, às empresas. A informação é de Eder Ribeiro Dias, presidente do Sindicato das Empresas de Refeições Coletivas do Estado de Minas Gerais (Sinderc-MG). “Ganhamos um respiro”, diz Eder. 

Procurada, a Secretaria da Fazenda não se manifestou sobre futuros pagamentos.