O mercado de automóveis e comerciais leves registrou queda de 3,25% em abril, no comparativo com março, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). No comparativo com abril de 2016, o resultado também foi negativo, com retrocesso de 1,67%.

Ao todo foram emplacadas 152.383 unidades, contra 183.832 do mês anterior. E um dos vilões para o mau desempenho, segundo analistas de mercado, foi o excesso de feriadões em abril. Além da Sexta-Feira da Paixão, o feriado de Tiradentes (21 de abril) também caiu numa sexta. E a emenda acabou roubando quatro dias de vendas no varejo, sendo que dois deles eram sábado, dia forte para o mercado de carros.

Como se não bastasse, o 1º de Maio (Dia do Trabalho) caiu numa segunda-feira, o que motivou muita gente a aproveitar o terceiro feriado prolongado do mês. Com tudo isso, o varejo perdeu cinco dias de vendas em abril, quando as portas ficaram abertas efetivamente por 20 dias e não 27 dias, como foi em março, período que não teve feriados nacionais no calendário.

Daí, com uma média diária de 7.6 mil unidades comercializadas, abril teve desempenho superior a março, que anotou média de 6,8 mil vendidas. Isso mostra que março não foi apenas uma mostra da reação do mercado junto às medidas econômicas, mas uma ajuda generosa do calendário.

A consultora de vendas da Recreio Volkswagen reitera a observação dos analistas. “Sábado é um dia fundamental para o mercado, pois o consumidor faz suas pesquisas durante a semana e geralmente fecha no negócio no sábado, quando pode vir acompanhado da família e decidir com tranquilidade. E com dois sábados a menos num mês, já que muita gente aproveitou para viajar, certamente o volume de vendas fica comprometido”, observa a vendedora.

Líderes
Entre os líderes do mercado, a General Motors segue isolada na liderança com 17,74% do mercado, seguido pela Fiat, que anota 13,25%. Volkswagen fecha o pódio com 12,68%, sendo seguido por Hyundai (9,45%) e Ford (9,30%).

Entre os modelos mais vendidos o Chevrolet Onix se manteve na liderança com 53 mil unidades licenciadas desde janeiro. Na sequência aparecem Hyundai HB20, Ford Ka e Volkswagen Gol. Depois de um grande período de ostracismo, o veterano voltou a ser o modelo da VW com melhor desempenho no mercado.