Apesar de as manifestações dos caminhoneiros serem parciais, a Força Nacional de Segurança Pública está fazendo patrulhamento nas rodovias de todo o Estado, neste sábado (26). O Hoje em Dia flagrou alguns carros da Força Nacional, nesta manhã, na rodovia Fernão Dias, próximo à Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

Na última sexta-feira (25), a  Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Minas confirmou o pedido de apoio à Força Nacional para desbloquear as rodovias que ainda seguem interditadas pelas manifestações dos caminhoneiros. De acordo com a PRF, são mais de 60 trechos bloqueados parcialmente pelos veículos de carga em  Igarapé, na Grande BH, Oliveira, e Perdões, na Região Centro-Oeste, além de Lavras, Carmo da Cachoeira, Três Corações, São Gonçalo do Sapucaí, Pouso Alegre, Itapeva e Extrema. 

Segundo o inspetor da PRF Aristides Júnior, o órgão não acionou o apoio das Forças Armadas, e não pode divulgar os pontos onde a Força Nacional de Segurança vai atuar por motivos estratégicos.

A Força Nacional de Segurança Pública é composta por policiais civis e militares de todo o Brasil, além de bombeiros e profissionais de perícia que ficam de prontidão em Brasília e são acionados quando necessário.

Serviços básicos garantidos

A Polícia Militar e a Defesa Civil traçaram, nessa sexta-feira (25), uma estratégia de escolta para que insumos essenciais sejam garantidos à população diante dos bloqueios feitos pelos caminhoneiros que protestam contra o aumento dos combustíveis em Minas. As prioridades são para carga viva, ração animal, medicamentos, combustíveis para forças de segurança e hospitais, alimentos para creches e hospitais.

Leia mais:
Força Nacional de Segurança está em Minas para apoiar PRF no desbloqueio de rodovias
PM cria força-tarefa para garantir serviços básicos