O mercado de automóveis de passeio e comerciais leves tem recuperado seu fôlego. Em agosto, os emplacamentos anotaram 209 mil unidades, segundo boletim da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Número que significa 17,38% de alta sobre julho e 5,84% sobre o acumulado de 2016. É a primeira vez, desde dezembro de 2015, que os licenciamentos ficam acima das 200 mil unidades. 

Segundo a entidade, o aquecimento do setor se deve à percepção do consumidor numa melhora do cenário econômico, o que gerou mais confiança em investir. “A queda nas taxas de juros e as boas notícias na retração do desemprego, fizeram com que a confiança do consumidor aumentasse”, observa o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

No entanto, um outro fator que aquecido os emplacamentos são as vendas destinadas a pessoas com deficiência (PcD) que teve as regras revistas no primeiro trimestre e aumentou o leque de consumidores que passam a ter direito à modalidade de venda que desonera o produto de tributos como IPI e IOF. 

A demanda para PcD aumentou tanto, que fabricantes desenvolveram versões destinadas a esse público e algumas até suspenderam as vendas como a Toyota e Hyundai, que tinham versões especiais para Corolla e Creta. Ambas alegam que a paralisação se deve pela necessidade de atender os pedidos já feitos e reduzir a fila de espera. 

Liderança
A General Motors segue na liderança do mercado com 17,94%, sendo seguida pela Fiat, que acumula 13,69%. Volkswagen, Hyundai e Ford completam os cinco primeiros lugares.

Já entre os modelos mais vendidos, o Chevrolet Onix bateu seu recorde de vendas com 18.513 unidades licenciadas e segue como líder absoluto no mercado. Outros destaques ficou por conta do novato Fiat Argo, que registrou 4.075 emplacamentos em agosto, superando as vendas dos irmãos Uno e Palio. 

Outra expectativa do mercado era em relação ao Kwid. A Renault tem feito mistério sobre os números da pré-venda do popular aventureiro e afirmou que o balanço de agosto indicaria o volume. Na boca miúda dos concessionários o número que circula é de 20 mil unidades, no entanto, segundo a Fenabrave foram licenciados 2.890 carros.