O vereador José Geraldo Guedes (DEM) que havia sido afastado do cargo de presidente da Câmara Municipal de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, voltou a comandar o Legislativo nesta quarta-feira (11). A decisão para a retomada do cargo foi concedida pelo desembargador Carlos Alberto Faria nessa terça-feira (10), por meio de um agravo regimental. O vereado foi afastado do cargo no dia 7 de janeiro pela juíza de plantão do fórum de Nova Lima, Myrna Fabiana Monteiro Souto.

O impasse para quem assume a cadeira da presidência da Casa Legislativa começou ainda no primeiro dia do ano. O vereador, Alessandro Bonifácio (PRTB), foi eleito para o cargo, mas renunciou 24 horas depois de eleito. Em 3 de janeiro, uma nova eleição deu o cargo para o vereador José Guedes, que foi presidente da última legislatura.

Os parlamentares chegaram a alegar que houve fraude na votação e acionaram a Justiça na tentativa de anular a votação, alegando que o regimento da Câmara proíbe a eleição.

De acordo com o desembargador, a decisão sobre a presidência da câmara é de competência do poder legislativo e não do judiciário. Ele se baseou em casos semelhantes ocorridos na mesma comarca.

A Câmara Municipal de Nova Lima informou que o vereador já presidiu a reunião dessa terça-feira (10) como presidente da Casa. A reportagem não conseguiu falar com o vereador José Guedes.

Leia mais:
Justiça anula eleição para presidente da Câmara de Nova Lima e vice assume cargo