A Toyota acaba de lançar no Brasil a dupla de compactos Yaris e Yaris Sedan, que chegam para disputar mercado nos nichos entre modelos de entrada e médios. Numa tacada só o Yaris baterá de frente com modelos como Argo, Fiesta, C3, 208, Polo e até mesmo o monovolume Fit. Já a versão sedã concorrerá com Cronos, Virtus, City e Cobalt.

O hatch estreia com motores 1.3 de 101 cv e 1.5 de 110 cv, com opção de caixa manual de seis marchas na versão de entrada XL 1.3 e CVT nas demais opções. Com um portfólio de cinco versões, o Yaris (dois volumes) tem preço inicial de R$ 59.590 e pode chegar a até R$ 77.590, na versão topo de linha XLS 1.5 CVT. 

Já o sedã só é oferecido com motor 1.5 e, assim como o hatch, conta com caixa manual na versão mais simples (XL 1.5), que tem preço sugerido de R$ 64.990. Ele também tem cinco versões de acabamento. A opção topo de linha XLS 1.5 CVT estreia por R$ 79.990. Apesar de salgado, é mais barato que os R$ 83.400 cobrados pelo Honda City.

Vale lembrar que a Toyota revisou os motores e adicionou novo sistema de escapamento que rendeu um ganho de potência de 3 cv para cada unidade. 

Conteúdos
Um dos grandes trunfos do Yaris, tanto na versão hatch quanto na sedã, está na inclusão de controles de estabilidade (ESP) de tração, em todas as versões, assim como ganchos Isofix para cadeirinhas. A dupla ainda conta com ar-condicionado, computador de bordo, direção elétrica e vidros dianteiros elétricos desde de as versões mais simples. 

Mas o Yaris também pode receber bancos em couro, ar-condicionado digital, módulo multmídia, câmera de ré, sensores de estacionamento, dentre outros conteúdos que justificam os preços das versões mais abastadas.