Enquanto a nova geração do Golf não aparece de vez na Europa, a filial brasileira aproveita para lançar a linha 2019 do hatch, que chega com mudanças visuais quase imperceptíveis, que também se estendem à perua Golf Variant. No entanto, abaixo do capô, o médio ganhou mais vigor.

Visualmente, Golf e Variant tiveram os para-choques reestilizados. As lanternas passam a contar com LED em toda a linha. Já os faróis adotam luz diurna (DRL) como item de série em todas as versões. 

Mas é sob o capô que a linha 2019 revela maior evolução. A versão de entrada passa a se chamar Comfortline 200 TSI. Ela segue equipada com o motor turbo três cilindros 1.0 com 128 cv e 20,4 mkgf de torque. Trata-se da mesma unidade que equipa Polo e Virtus. Até então o Golf 1.0 rendia 125 cv. A versão também passa a contar com a transmissão automática de seis marchas, tal como na dupla de categoria inferior. O preço sugerido é de R$ 91.790.

Um degrau acima, a versão Highline 250 TSI segue equipada com o motor tubo 1.4 de 150 cv e 25,5 mkgf de torque e caixa automática de seis marchas. Com preço sugerido de R$ 112.190, a versão oferece mimos como ar-condicionado digital de duas zonas, partida sem chave e bancos revestidos em couro.

Já o Golf GTI chega com mais vigor. A unidade 350 TSI 2.0 teve a potência elevada de 220 cv para 230 cv e torque mantido em 35 mkgf, que faz com que o esportivo acelere a até 238 km/h. 

Com preço inicial em R$ 143.790, a versão acrescenta quadro de instrumentos digital e pode ser equipado com bancos revestidos em couro, teto solar panorâmico, assistente de estacionamento, dentre outros mimos que fazem estourar a casa dos R$ 160 mil.

Perua
A perua mexicana Variant também aparece com as mesmas mudanças visuais. Oferecida nas versões Comfortline (R$ 103 mil) e Highline (113.490), ambas são equipadas com motor 1.4 turbo de 150 cv e transmissão automática de seis marchas. A lista de itens de série para as versões seguem o mesmo padrão do hatch, assim como as opções de equipamentos opcionais.