Agilidade na marcação de consultas e a possibilidade de conseguir um médico delivery. Essa é a proposta do Meu Med, um aplicativo de celular que busca estreitar o contato entre pacientes e profissionais. Com menos de um mês no ar, a plataforma já conta com 20 especialistas cadastrados, que prezam pelo bom atendimento a preços populares. O app pode ser baixado gratuitamente pelos usuários dos sistemas Android e iOS.

Com atuação em Belo Horizonte, o aplicativo fornece a opção de marcar consultas domiciliares ou no consultório do profissional escolhido. O médico Túlio Versiani, um dos sócios do aplicativo, explica que pela plataforma, dependendo da disponibilidade do médico e do trânsito, é possível até ter um profissional para atendimento de urgência, em casa, em apenas uma hora.

“O valor da consulta é estipulado por cada especialista. Percebemos que eles estão voltados a fazer atendimentos a preços mais populares. Além disso, há possibilidade de parcelamento de procedimentos”, explica Versiani. A  expectativa da plataforma é ter cadastrados 250 profissionais médicos com horário amplamente disponível no aplicativo nos próximos dois meses e realizar cerca de 1.200 consultas mensais até o fim deste ano.

Idealizador da plataforma digital, Versiani percebeu que, apesar da grande demanda por consultas, os serviços médicos públicos e privados eram ineficientes. “Muitas pessoas tiveram que deixar de pagar os planos de saúde por causa da crise. Focamos nesse público, apresentando um atendimento de qualidade e personalizado”, afirma.

20 médicos
já estão cadastrados no aplicativo, que pode ser baixado gratuitamente para usuários dos sistemas android e ios


Além das consultas, o aplicativo oferece opções de clínicas de exames, hospitais, laboratórios e farmácias. A plataforma passa constantemente por aprimoramentos e, na próxima atualização, muitos desses serviços terão preços diferenciados aos usuários. Outra possibilidade do internauta é solicitar um atendimento de emergência, como o SAMU, ou de uma empresa privada, quando o médico agendado não for recomendado para a ocasião.

Expansão

Além da Belo Horizonte, a expectativa é de ampliar o serviço para outras capitais. “Queremos, neste momento, implementar bem o serviço na capital mineira. Já notamos que algumas especialidades têm mais procura, como a geriatria, em que já estamos buscando mais profissionais que queiram se cadastrar no aplicativo”, explica Versiani.

Para fazer parte da rede, o médico passa por uma criteriosa avaliação. “Conferimos de perto o currículo, o registro, e, além disso, fazemos entrevistas pessoais e até videoconferências para confirmar todos os dados do profissional que deseja fazer parte da rede”, esclarece o médico.