A atriz Melissa McCarthy ganhou um Emmy no domingo, 10, por suas imitações do ex-porta-voz da Casa Branca Sean Spicer, em quadros do programa "Saturday Night Live" que conquistaram o público. Com o cabelo para trás e usando ternos largos, Melissa interpretou Spicer, a quem apelidou de Spicey, como um homem furioso que ataca a mídia e almeja a aprovação de seu chefe.

No domingo, Melissa McCarthy foi nomeada a melhor atriz convidada em uma série de comédia por suas imitações. A estrela de "Missão Madrinha de Casamento" e "Mike e Molly" não compareceu à cerimônia em Los Angeles para receber o prêmio.

Spicer renunciou a seu cargo como diretor de Comunicação da Casa Branca em julho, após seis meses de encontros turbulentos com a mídia que, junto com as imitações de Melissa, o tornaram uma figura sujeita ao ridículo.

"Saturday Night Live", da NBC, chegou à premiação do Emmy deste ano com 22 indicações, refletindo a renovada popularidade do programa de paródias e sua temporada mais assistida em 23 anos.

O ator Alec Baldwin também está concorrendo na próxima semana a um Emmy por suas imitações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no "Saturday Night Live", enquanto Kate McKinnon, do mesmo programa, foi indicada por seus papéis como a candidata democrata à Presidência, Hillary Clinton, e como a assessora da Casa Branca de Trump Kellyanne Conway.

Os prêmios das principais categorias do Emmy, incluindo melhor série de comédia e drama, serão distribuídos no dia 17 de setembro em uma cerimônia televisionada apresentada pelo comediante Stephen Colbert.