O lançamento da Mercedes-Benz Classe X já aconteceu lá fora, mas por aqui a picape deverá ser uma das atrações da estrela de três pontas no Salão do Automóvel de São Paulo, que acontece em novembro. E se a marca alemã vem cozinhando o utilitário em banho-maria, a Brabus já confirmou que venderá a versão endiabrada da picape por aqui. A Brabus é uma preparadora alemã, especializada em Mercedes e já desenvolveu uma versão para a picape, que conta com estilo mais invocado, com direito a luzes auxiliares em LED no teto, pintura em preto fosco, rodas Monoblock X, aro 20, e a troca da estrela pelo emblema da empresa (um pecado, diga-se de passagem!). Como é comum nos modelos Brabus, o motor também passou por revisão e a unidade turbodiesel 2.3 de 190 cv foi reajustada para 211 cv e o torque elevado para 60 mkgf. O modelo será vendido pela importadora Strasse.

Tesla Model x reboca avião de 130 toneladas
Elon Musk, presidente da Tesla Motors, é um marqueteiro de mão cheia. Depois de mandar um carro para o espaço, agora o empresário resolveu rebocar um Boeing 787 Dreamliner de 1 com o Model X, o utilitário-esportivo (SUV) da marca. A aeronave de 130 toneladas foi guinchada pelo jipinho elétrico no aeroporto de Melbourne, na Austrália, com parte de uma ação publicitária em conjunto com a companhia aérea Qantas. O Model X puxou o jato por aproximadamente 300 metros. 

Evoque Autobiography chega por R$ 298 mil
O Range Rover Evoque já está perto de completar nove anos de mercado e continua firme e forte com mais de 600 mil unidades vendidas mundo afora. E enquanto a Land Rover não apresenta o sucessor (esperado para 2019), a marca resolveu trazer para o Brasil a versão Autobiography, por R$ 298.300. Versão é equipada com motor Ingenium 2.0 turbo de 290 cv e 40 mkgf de torque, caixa de nove marchas, rodas cromadas aro 20, acabamento em couro Windsor e sistema de som Meridian de 825 watts.

VW engrossa lista de desistentes em Paris
A Volkswagen anunciou que não participará do Salão de Paris, que acontece em outubro. De acordo com a empresa, a marca tem avaliado os resultados de sua participação nas mostras automotivas e decidiu optar por eventos isolados. Fabricantes Ford, Infiniti, Mazda, Mitsubishi, Nissan, Opel, Subaru e Volvo também declinaram em participar da mostra parisiense. Mercedes-Benz e Audi já anunciaram que não irão ao Salão de Detroit em 2019. Não tá fácil pra ninguém.