Dar um “rolê” de conversível é sempre um programa divertido. Vento na cabeleira, óculos escuros. Mas nem sempre quem vem vai no banco de trás fica confortável. Isso porque a maioria dos conversíveis vendidos no Brasil são derivações de cupês 2+2 ou roadsters (com apenas dois lugares), onde o espaço traseiro é mínimo. No entanto, a Mercedes-Benz resolve o problema com a nova geração do Classe E Cabriolet, que desembarca no país na versão E300. A nova Merça chega equipada com motor 2.0 turbo de 245 cv 37,7 mkfg que lhe oferece performance mais que satisfatória. Mas a cereja do bolo do conversível é o bom espaço para quatro ocupantes. Com acabamento impecável regado a couro, o conversível segue o padrão do restante da família e oferece quadro de instrumentos digital integrado monitor do console central. Não basta ser conversível, tem que ter garbo!

Mercedes convoca recall por falha em direção
As indigestas convocações de recall não poupam ninguém, nem mesmo a Mercedes-Benz. A marca da estrela de três pontas iniciou a convocação de proprietários de quatro modelos: Classe A, Classe B, Classe C e CLA, fabricados de janeiro de 2012 a março de 2014. Segundo a marca, foi identificada falha no sistema de direção que pode levar a deflagração involuntária do airbag. Informações pelo número 0800 970 9090 ou pelo site: www.mercedes-benz.com.br

Audi SQ5 desembarca por R$ 398 mil
A Audi foi uma das marcas que abraçou fortemente o movimento do “downsizing”, que consiste em reduzir o tamanho dos motores, mas sem perda de eficiência e desempenho. No entanto, com a nova geração do SQ5 (versão nervosa do Q5), a marca trocou seu 2.0 turbo por um generoso V6 turbo 3.0 de 354 cv e 51 mkgf de torque. A versão esportiva, que custa R$ 398 mil, ainda conta com caixa automática de oito marchas e tração integral Quattro. Sua aceleração de 0 a 100 km/h 5,4 segundos. 

Linha 2018 dO M2 chega com mudanças miúdas
A BMW passa a oferecer a linha 2018 do cupê M2, que chega com pequenas mudanças nos faróis, lanternas de detalhes de acabamento. O preço sugerido é de R$ 405 mil. Sinceramente, são mudanças que não afetam em nada na essência do diabólico cupê (seguramente o carro mais legal que já guiei) dotado do conhecido L6 biturbo 3.0 de 370 cv. Ele conta com sistema de áudio Harman Kardon de 360 W e 16 alto-falantes. Um desperdício, pois o que empolga é o ronco do seis canecos!