Não há como desmerecer a importância que o Ford Mustang tem na história do automóvel. No entanto, não há como negar que foi o texano Carrol Shelby que deu ao pony car o veneno que lhe faltava, com o Shelby GT 350, em 1965. De lá para cá a combinação de sigla e número segue como uma das receitas mais peçonhentas para se obter performance. A Ford acaba de revelar a linha 2019 do Mustang Shelby GT 350, que passou por pequenos ajustes estéticos para se adequar ao face lifting do esportivo. Assim como o Mustang, o Shelby ficou mais refinado. Ele conta com mimos para afagar o consumidor que busca desempenho, mas não abre mão de conforto. Para se ter uma ideia, tem um kit com 12 alto-falantes Bang & Olufsen e sistema de áudio fornecido pela Harman. Imprescindíveis para tentar abafar o ronco do V8 (302) 5.2, reajustado para 534 cv. Detalhe: a transmissão é manual de seis marchas, fornecida pela Tremec. Ou seja, é preciso pé esquerdo forte e ágil para não fritar a embreagem. 

X3 M40i é nosso!
A BMW nacionalizou a montagem da versão nervosa do X3, a M40i. O jipinho arisco passa a ser feito na planta de Araquari (SC), de onde já saem modelos como Série 3, X1, X4 e as versões mais comedidas do X3. Apesar de grande parte dos componentes ser importada, a versão se torna o primeiro automóvel com tecnologia semiautônoma produzida no Brasil. Além disso, ele também é um dos mais potentes do pedaço com 360 cv. O que a BMW não divulgou é quanto ele irá custar, sendo feito aqui.

DS3 especial
O Citroën DS3 vem rompendo a barreira do tempo e apesar dos quase 10 anos de mercado ainda segue como um dos produtos mais legais da marca francesa. E para dar um upgrade no visual do modelo, a Citroën acaba de lançar a série especial Cafe Racer, que chega com acabamento exclusivo. O DS3 passou por um face lifting em 2016 e teve o motor turbo THP 1.6 reajustado para 210 cv, além de um grato ganho de torque, na casa dos 30 mkgf, que o coloca em pé de igualdade com o Mini John Cooper Works.

Queixo duro rebatizado 
A Hyundai renomeou a versão do HB20, que passa a se chamar Unique 1.0, para se diferenciar do restante da linha. Com preço sugerido de R$ 43.990, o compacto coreano oferece ar-condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, computador de bordo, Rádio blueAudio e ganchos do tipo Isofix para cadeirinha infantil. No entanto, o preço salta para R$ 45.790 com acréscimo da central multimídia blueMedia, que inclui conexão para smpartphone e TV.