O comissário da Polícia Metropolitana de Londres, Stuart Cundy, afirmou nesta segunda-feira que o número de pessoas que devem ter morrido no incêndio no prédio residencial Grenfell Tower, na semana passada, subiu para 79. Em coletiva de imprensa, Cundy ressaltou, no entanto, que o número pode mudar.

O esforço para a busca das vítimas no prédio ainda está em andamento com a Brigada de Bombeiros de Londres, disse o comissário. Uma investigação criminal sobre a causa do incêndio foi aberta, com os residentes da Grenfell Tower afirmando que se queixavam há anos de que o prédio não era seguro para incêndios. 

Leia também:
Reino Unido: governo se defende de acusações sobre incêndio em Londres
May anuncia 5 milhões de euros para ajudar vítimas do incêndio em Londres