O estudante Michael Roque, de 20 anos, acusado de esfaquear o brasileiro João Souza, de 19, na Universidade de Binghamton, nos Estados Unidos, se declarou inocente. O crime ocorreu na noite de domingo (15).

O defensor público de Roque protocolou a apelação em seu nome nesta terça-feira (17). Ele é acusado de assassinato em segundo grau. João Souza foi atacado numa suíte residencial no campus da universidade. De acordo com informações da instituição, ele frequentou o ensino médio em Nova York, mas é nativo do Brasil.

O chefe da polícia da universidade, Timothy Faughnan, disse aos investigadores do caso que acredita que Souza era de fato o alvo de Roque, mas não forneceu detalhes do caso. O presidente da instituição, Harvey Stenger, emitiu um comunicado afirmando que a polícia está trabalhando com a comunidade para manter o campus seguro.

Leia mais:

Estudante brasileiro é morto a facadas em universidade de Nova York