O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, reconheceu, nesta quinta-feira (14), que existe "um risco" de não conseguir a desnuclearização da Coreia do Norte, dois dias depois da histórica cúpula entre Kim Jong-un e Donald Trump em Singapura.

Na terça-feira, após a cúpula em Singapura, o presidente americano declarou que a desnuclearização da Coreia do Norte começaria "muito rapidamente", mas, hoje, Pompeo pareceu menos categórico, em Pequim, admitindo que "continua havendo um risco de não conseguir".