O governo de Cuba rejeitou hoje o que chamou de "retórica hostil" do discurso do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciando a nova política de seu país em relação à ilha, mas disse que está disposto a continuar com o "diálogo respeitoso" com os EUA em tópicos de interesse mútuo.

Em um comunicado divulgado em sites do governo, o presidente Raul Castro disse que o discurso de Trump estava "carregado de retórica hostil que lembra os tempos de confronto aberto".

O comunicado ainda diz que "os últimos dois anos mostraram que os dois países podem cooperar e coexistir de forma civilizada".

Fonte: Dow Jones Newswires.