Em reunião ordinária do Conselho Pleno, a Ordem dos Advogados do Brasil em Minas (OAB/MG) decidiu apoiar a abertura de processo de impedimento do presidente Michel Temer. A decisão foi tomada pela maioria dos conselheiros em votação realizada na manhã desta sexta-feira (19).

Os conselheiros aprovaram também o apoio à PEC 227/2016, que prevê eleições diretas em caso de dupla vacância da Presidência da República até seis meses antes do término do mandato.

A deliberação da seccional mineira será encaminhada ao Conselho Federal da Ordem, que se reunirá neste sábado (20) para definir o posicionamento da entidade que encaminhará institucionalmente a decisão em âmbito nacional.