O papa Francisco enviou uma mensagem escrita à mão a Luiz Inácio Lula da Silva em um exemplar de um livro que compila três entrevistas dadas pelo ex-presidente, preso desde 7 de abril em Curitiba.

"A Luiz Inácio Lula da Silva, com minha bênção e pedindo que reze por mim, Francisco", disse o texto manuscrito na primeira página do livro "A verdade vencerá", publicado neste ano e que compila três longas entrevistas dadas pelo ex-presidente. 

O ex-chanceler Celso Amorim entregou ao Papa um exemplar durante um encontro que aconteceu nesta quinta-feira no Vaticano.

Lula recebeu uma foto impressa da mensagem.

Amorim foi acompanhado pelo ex-ministro argentino Alberto Fernández e pelo ex-senador chileno Carlos Ominami.

A reunião durou pouco mais de uma hora, afirmou Amorim em um vídeo divulgado pela página oficial do Facebook de Lula.

"O assunto principal foi a situação do presidente Lula, que ele tem acompanhado com interesse e com preocupação", disse Amorim, que classificou o encontro com Francisco de "histórico".

O ex-presidente, de 72 anos, cumpre a pena de 12 anos e um mês, na sede da Polícia Federal de Curitiba, após ser condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Leia mais:
Papa está preocupado com Lula, afirma ex-chanceler Celso Amorim
PGR pede ao Supremo que mantenha processo do sítio de Atibaia com Moro
Manifestantes fazem protesto no STF pela soltura de Lula; assista ao vídeo