VINHEDO (SP) – A indústria do automóvel vive dias de otimismo. E isso pode ser traduzido em melhor desempenho do mercado interno, aquecimento da economia e fim da barreira tributária do Inovar Auto. Tudo isso tem contribuído para uma enxurrada de lançamentos importados. Mas se depender da Volkwagen, assim como Peugeot e Honda, também haverá um “baby boom” a caminho.

Isso porque a nova geração do Tiguan acaba de desembarcar no mercado brasileiro com opção de sete lugares, tal como o Honda CR-V e Peugeot 5008. A nova geração do utilitário-esportivo (SUV) alemão cresceu, ganhou visual moderno e evoluiu dentro da cabine e também sob o capô.

Versões e preços
Importado do México, o Tiguan Allspace vem em três versões, partindo da 250 TSI, equipada com motor 1.4 turbo de 150 cv e 25 mkgf de torque. A transmissão é automática de dupla embreagem (DSG) de seis marchas e a tração é dianteira.

A opção é farta: ar-condicionado e três zonas, sistema de áudio Discover Media com tela de 8 polegadas e navegador nativo, freio de estacionamento elétrico, sensores de estacionamento à frente e atrás, monitor de pressão dos pneus e rodas de aro 17. Seu preço sugerido é de R$ 124.900, mas só oferece cinco lugares.

Num degrau acima surge a Comfortline 250 TSI, que oferece o mesmo motor e sistema de tração, mas com pacote de conteúdo mais farto e sete assentos, sendo que os intermediários têm ajuste de distância e inclinação do encosto. 

Versão ainda contempla bancos em couro com ajuste elétrico para o motorista, câmera de ré, faróis em LED, rodas aro 18. Seu preço salta para R$ 150 mil. Segundo a Volks, a versão será o carro-chefe da linha.

Cachorro da boca preta
A versão topo, R-Line 350 TSI é espécie de Golf GTI da linha. É equipado com motor turbo 2.0 de 220 cv e 35 mkgf de torque, além de DSG de sete marchas e tração integral. A versão se destaca pelo pacote esportivo, com para-choque exclusivo, moldura preta que envolve grade inferior e luzes de LED e faróis de neblina. 

Entre os itens de série, a versão oferece, além dos sete lugares, partida sem chave, quadro de instrumentos digital, controle automático do facho dos faróis, detector de pedestre, controle de cruzeiro adaptativo (ACC), ajuste eletrônico de condução em três posições, acionamento elétrico da tampa do porta-malas e rodas aro 19. Tudo isso por parcos R$ 180 mil.

O único opcional oferecido pela VW para toda linha do Tiguan Allspace é o teto solar panorâmico. Mais barato comprar uma TV.