O governador Fernando Pimentel (PT) anunciou na manhã desta terça-feira (17) que o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) disponibilizará um crédito de R$ 120 milhões aos 177 municípios mineradores do estado. O valor que cada município vai receber depende da capacidade de endividamento de cada um.

Pimentel afirmou que é preciso para com o tsunami de críticas que ao setor tem recebido após a tragédia da barragem de rejeitos da Samarco, em Mariana, em novembro de 2015.

Com a iniciativa, o governo pretende ajudar as prefeituras a realizar ações nas áreas de mobilidade urbana, saneamento básico, tratamento de resíduos e energia.

De acordo com o presidente do BDMG, Marco Aurélio Crocco, o limite para o financiamento é de R$ 15 milhões. "Decidimos ajudar a esses municípios compensarem a perda que tiveram no biênio 2015/16, com a diminuição dos royalties, que seu deu por dois motivos. Primeiro, a crise econômica mundial que determinou um nível da atividade da mineração menor, e segundo o próprio preço dos minérios que caiu nos dois últimos anos", explicou.

O empréstimo poderá ser pago em 72 meses, sendo que haverá 12 meses de carência, com e taxa de juros a 6% ao ano.

O edital foi aberto hoje e fecha no dia 17 de fevereiro.