Em nota divulgada na tarde deste domingo, 15, para comentar a mais recente pesquisa Datafolha, Marina Silva (Rede) disse estar comprometida com debate e não com embate, numa referência clara a Jair Bolsonaro, pré-candidato pelo PSL à Presidência.

Marina, pré-candidata pela Rede, aparece na pesquisa Datafolha com 15% e 16% das intenções de voto, em cenários que não consideram Lula como candidato, um porcentual equivalente ao de Bolsonaro, que tem 17% das intenções de voto.

No texto de oito linhas, Marina se diz preocupada com "risco de extrema polarização do debate político." "Lembro que a pesquisa retrata um momento. E que nesse momento e nos próximos meses o eleitor estará fazendo escolhas entre um expressivo número de candidatos".

Leia mais:

Para Alckmin, decisão do eleitor virá a partir de agosto

Maia não vê surpresa em Datafolha e diz que indefinição aumenta sem Lula

PT critica Datafolha e reforça que Lula será candidato "aconteça o que acontecer"