O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou liminar concedida por ele mesmo no ano passado que suspendia a nomeação do filho do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), Marcelo Hodge Crivella, como secretário da Casa Civil. Em sua decisão, Marco Aurélio apontou o "esvaziamento do objeto", já que outra pessoa, sem vínculo com o prefeito do Rio, foi nomeada para o cargo. 
 

Leia mais:
Marco Aurélio estende quebra de sigilo fiscal de Aécio
STF aprova restrição do foro privilegiado para deputados e senadores