Desde que assumiu a Presidência da República, o presidente Michel Temer, chamado de "golpista" pelos manifestantes, enfrenta uma série de protestos e manifestações contra seu governo. A última investida da oposição ao governo Temer foi a criação de um plugin (uma extensão instalada em navegadores web) que substitui o nome "Michel Temer" pelo termo "Temer Golpista" em todo conteúdo que o o usuário acessar, caso ele decida por instalá-lo. Com a força das redes sociais, o Planalto tem muito fogo a apagar pela frente.

Manifestantes têm espalhado em páginas, grupos e em comentários de publicações no Facebook e no Twitter, o link para que se instale o plugin que faz essa alteração. "Deixe seu navegador dizer a verdade com esse plugin que troca
'MicheI Temer' por 'Temer Golpista", diz uma mensagem no site do plugin.

Ainvestida é uma tentativa de espalhar a tese do golpe, adotada na defesa de Dilma, e alavancar os protestos que, agora,  pedem eleições diretas para a escolha de um novo representante no executivo. Em um duro discurso de posse, o presidente Michel Temer declarou não admitir ser chamado de golpista. "Vamos contestar o termo de golpista. Golpistas são eles, que propõem a ruptura constitucional. Não vamos levar ofensa para casa", afirmou.

Como funciona

O plugin, é bom explicar, não altera o conteúdo dos portais e não representa um texto redigido pelos jornalistas. O que ele faz é substituir os termos através de uma aplicação que o usuário instala de acordo com sua vontade, em seu navegador, em cada computador de modo particular.

O nome de "Michel Temer" é substuído por "Temer Golpista" somente para o usuário que instalar a aplicação, e não para todos os usuários. É uma forma dos manifestantes contra o governo reafirmarem o posicionamento através de uma estratégia de marketing digital. Se a posição do governo Temer é ser dura quanto à afirmação de que o mesmo é golpista, a briga promete ser grande.

No site do plugin não há informações sobre quem se responsabiliza pelo desenvolvimento da aplicação.

Veja na prática como funciona o plugin:

Temer Golpista

No exemplo, o primeiro trecho exibe o conteúdo antes da instalação do plugin. Abaixo, o texto alterado pelo mesmo para o usuário que o instalou