Policiais civis da Delegacia de Descoberta de Paradeiros fazem na manhã desta segunda-feira (14) uma operação no Morro do 18, em Água Santa, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. O objetivo é localizar e recuperar os restos mortais da estudante Matheus Passarelli, também conhecida como Matheusa por parentes e amigos.

Durante a ação, que conta com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (Core), um agente da unidade foi baleado na perna e socorrido pelos companheiros. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

Matheusa desapareceu no dia 29 de abril, depois de uma festa em que havia sido contratada para trabalhar como tatuadora, no bairro do Encantado. A polícia concluiu que Matheusa foi assassinada no Morro do 18 e que seu corpo foi possivelmente carbonizado.

Leia mais:
Homem é encontrado morto com sinais de violência no Ribeiro de Abreu, em BH
Centenas de pessoas participam do funeral do bebê britânico Alfie Evans