O preso Leomar de Oliveira Barbosa foi liberado na quarta-feira (4) do Presídio Estadual de Formosa, em Goiás. Contudo, a soltura foi marcada por um engano e não deveria ter ocorrido.

A informação foi divulgada em nota pela diretoria-geral de Administração Penitenciária do governo de Goiás.

O detento é conhecido como Playboy. Ele é apontado como já tendo atuado com o traficante Fernandinho Beira-Mar. A Vara da Justiça Federal em Goiás expediu um alvará de soltura referente a um processo contra Leomar.

Contudo, a libertação não poderia ter ocorrido porque ainda há outras duas execuções penais contra ele. Esses casos não foram considerados por funcionários do presídio no momento do recebimento do alvará de soltura.

Em função do erro, os servidores envolvidos no episódio foram afastados e respondem a uma sindicância para apurar os fatos e a responsabilidade pela liberação indevida. Leomar é procurado pela polícia.

Leia mais:
Três homens são presos suspeitos de assalto à mão armada na Pampulha
Menina de 16 anos mata padrasto com faca de cozinha após discussão em Valadares