Um requerimento de urgência para votação da suspensão definitiva do aumento das tarifas do metrô foi apresentado na Câmara Federal, nessa terça feira (15). 

O documento apresentado pelo deputado federal Weliton Prado (PROS-MG) teve apoio dos líderes de 11 partidos, sendo PSD, PPS, PSDB, PSB, PRB, PSC, PROS, PTB, PDT, PCdoB e PT. "É um abuso contra o consumidor esse aumento de 88,9% na tarifa do metrô, enquanto a inflação em 2017 não chegou nem a 3%. A decisão também é ilegal, pois fere o Código do Consumidor e a lei da mobilidade urbana, além de ter sido tomada sem qualquer discussão com a população. Estamos mobilizados com a bancada mineira para impedir que o governo federal continue atuando contra o povo mineiro", afirmou o deputado.
 
O Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 928/2018, contra o aumento de passagens do metrô, é de autoria do deputado Chico Alencar (PSOL / RJ) e suspende a decisão da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU-BH), cancelando os aumentos dos valores dos bilhetes em Belo Horizonte, Recife, João Pessoa, Natal e Maceió.

Em Minas, o aumento de R$1,80 para 3,40 está suspenso desde segunda-feira (14) por liminar do Tribunal de Justiça do Estado. 

Leia mais:
CBTU entra com recurso para manter o reajuste da tarifa de metrô em BH