O levante zumbi que tomou conta do imaginário popular nos últimos anos, graças à contribuição de “The Walking Dead”, fez muito bem para a indústria de jogos e propiciou o surgimento e também o fortalecimento de diversas franquias como “Dead Nation”, “Dead Rising”, “Resident Evil”, “Dying Light” e muitas outras séries. Dentre elas está “Dead Island”, que tem dois ótimos games na série original e duas produções paralelas, dentre elas “Dead Island Retro Revenge”.

“Retro Revenge” é um legítimo Beat em’ up (game de pancadaria), que segue o estilo das produções 16 bits dos anos 1990 (com direito a uma moldura de um televisor de tubo em volta da tela do jogo). No game o jogador assume o papel de um sobrevivente que sai pelas ruas aniquilando zumbis. 
Num ritmo acelerado, o jogador não se preocupa em andar, o jogo já faz isso sozinho. A concentração está em acertar as aberrações e desviar dos ataques.

E, por falar em ataques, é bom o jogador ficar atento. Além de ter barra de energia limitada, enquanto o jogador não é atingido ele acumula pontos que vão se convertendo em bônus, como se fosse uma barra de poder. No entanto, um único dano zera a barra de desempenho.

“Dead Island Retro Revenge” está longe de ser uma obra-prima dos games. Na verdade, é uma típica produção paralela, daquelas tocadas nas horas vagas. Mas isso não faz dele um jogo ruim. É legal por reproduzir a lógica dos games antigos, como placares e acúmulo de pontos eram tão importantes quanto a campanha.

Troco de pão
Com versões para PC, Xbox One e PS4, Dead Island Retro Revenge é um game barato. Na Steam, o jogo sai por R$ 10,50. Já na PlayStation Store, o game custa R$ 15,50. No entanto, é na edição para Xbox One que a pechincha se mostra de fato. Na loja da Microsoft o game custa R$ 10, caso o comprador for assinante do serviço Gold, o preço despenca para R$ 5. 

 

 

Gosta de games? Então acesse o GameCoin!