O sinal analógico de TV será desligado em Belo Horizonte em outras 38 cidades da Região Metropolitana em 27 de julho deste ano. Com a novidade, esses municípios serão atendidos exclusivamente pela TV digital. Quem não se adaptar até a data ficará sem conseguir assistir os canais de TV aberto.

Além da capital mineira, a mudança irá atingir Araçaí, Baldim, Betim, Brumadinho, Cachoeira da Prata, Caeté, Capim Branco, Confins, Contagem, Esmeraldas, Florestal, Fortuna de Minas, Funilândia, Ibirité, Igarapé, Inhaúma, Itaúna, Jequitibá, Juatuba, Lagoa Santa, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Pedro Leopoldo, Prudente de Morais, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Sabará, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, São José da Varginha, Sarzedo, Sete Lagoas, Taquaraçu de Minas e Vespasiano.

A meta do governo federal é a encerrar as transmissões analógicas em todo o Brasil até o fim de 2018.

Campanha

Para orientar os telespectadores, uma campanha foi lançada nesta quinta-feira (6) na sede da PBH. A ação, que está sendo transmitida pelas emissoras de TV, será intensificada a partir de 12 de maio em todos os 39 municípios.

Para se adaptar a mudança não é necessário esperar até julho. A TV digital já está disponível em BH e na grande maioria das demais cidades que fazem parte dessa primeira fase do desligamento. Ela tem alta qualidade de som e uma imagem perfeita, sem interferências. 

Com a campanha, a expectativa é que toda a população seja informada corretamente sobre o processo. 

Leia mais:
TVs pagas em Brasília e São Paulo não terão programação de 3 emissoras abertas

Como digitalizar?

Para sintonizar a TV digital em qualquer tipo de TV, é preciso instalar um conversor e uma antena externa. As TVs de tela fina, mais modernas, já têm um conversor integrado. Nelas, basta conectar a antena externa na TV e sintonizar os canais digitais com uma busca automática.  Mas nem toda TV de tela fina é digital. Algumas fabricadas antes de 2012 também vão precisar do conversor, que é conectado à TV pra sintonizar os canais.

As TVs de tubo, mais antigas, também vão precisar de um conversor. Será preciso ligar a antena externa ao conversor, plugar o conversor na TV, fazer a busca e assistir à programação da TV digital com melhor imagem e melhor som.

O Governo de Minas se comprometeu a distribuir gratuitamente para 422 mil famílias kits contendo: conversor, antena, cabos e conectores. Essas famílias devem fazer parte de algum programa social, como Luz para Todos, Minha Casa Minha Vida, Pronatec, ou Bolsa Família.

Para saber quem pode participar desses programas e tem direito de receber o kit gratuitamente ligue para 147 ou acesse www.sejadigital.com.br. 

*Com agência de notícias da PBH