Um texto manuscrito de defesa do grupo Estado Islâmico (EI) foi encontrado perto do corpo do atirador que matou um policial na quinta-feira à noite na avenida Champs Elysées, informou à AFP uma fonte próxima à investigação. 

No veículo de Karim Cheurfi, um francês de 39 anos que abriu fogo contra vários agentes antes de ser morto, também foi encontrado um exemplar do Corão, de acordo com a fonte. O atentado, que aconteceu a três dias do primeiro turno da eleição presidencial francesa, foi reivindicado pelo EI.