A Black Friday chega este ano à sua sétima edição no Brasil. E ao longo do tempo tem crescido o interesse dos turistas brasileiros em garantir sua próxima viagem durante a data. “Historicamente os períodos mais procurados pelos viajantes que compraram nas últimas edições da Black Friday têm sido as festas de fim de ano, as férias de janeiro, o Carnaval e algum feriado do primeiro semestre”,revela João Ricardo Mendes, fundador e CEO do Hotel Urbano (www.hotelurbano.com). “Já entre os destinos mais procurados pelos viajantes, os destaques são o Nordeste, os EUA e as cidades em um raio de até 300 km da moradia”.

A data que costuma contar com a participação dos principais varejistas do país é a mais esperada pelos consumidores brasileiros que gostam de grandes descontos e economizar. Uma recente pesquisa divulgada pela consultoria Ebit apontou que 84% dos consumidores on-line planejam comprar na Black Friday. Ainda conforme o estudo, o faturamento, nesta sexta-feira, 25, deve chegar a R$ 2,1 bilhões, alta de quase de 30% em relação à edição do ano passado, quando as vendas chegaram a R$ 1,6 bilhão.

A demanda por viagens promete ser grande durante o período. Uma recente pesquisa sobre intenção de viagem do brasileiro, realizada pela Fundação Getúlio Vargas e o Ministério do Turismo, revelou que o interesse por viajar do brasileiro está em alta. Após cair abaixo dos 20% no primeiro semestre, ela voltou a subir e está atualmente em 24,3%. “Esse “baixo interesse” é reflexo direto da crise macroeconômica e das incertezas trazidas por ela, mas não reflete uma real falta de vontade de viajar dos brasileiros, que buscam boas oportunidades para aproveitar as férias, um feriado ou até mesmo um final de semana”, afirma João Ricardo.

O Hotel Urbano prevê uma alta de 105% na procura por viagens neste mês dentro da sua plataforma em comparação com outubro. E, pensando nisso, a agência on-line de viagens antecipou a Black Friday e está oferecendo milhares de opções com descontos de até 40% em novembro.

As negociações realizadas para essa ação correspondem a um valor em vendas potenciais superior a R$ 1 bilhão. Os principais destinos turísticos do Brasil e do exterior, como Porto Seguro, Búzios, Gramado, Natal, Caldas Novas, Cancún, Paris, Orlando e Buenos Aires, entre muitos outros, estão contemplados na ação.