Aniversariante da semana, o Villa Nova, que completou 109 anos anteontem, terá mais oito dias até voltar a entrar em campo pela Série D do Campeonato Brasileiro; assim como a URT. Por outro, na Terceira Divisão, Tupi e Tombense não terão a mesma sorte. Amanhã e depois, Galo e Gavião disputam a oitava rodada do Nacional.

Classificado em primeiro lugar do grupo A13, na fase inicial da Quarta Divisão, o Leão do Bonfim entrará em campo no domingo (9) e inicia o mata-mata contra o Operário-PR. O jogo, marcado para às 16h, será no Alçapão do Bonfim.

No dia anterior, o Trovão Azul recebe o União-MT em Patos de Minas. Segundo colocado do grupo A12, o campeão do interior no Mineiro tenta manter o bom desempenho na temporada; conseguir o acesso à Série C é o sonho de consumo do time do técnico Rodrigo Santana.

Bola rolando
Se Villa e URT curtem folga, Tupi e Tombense não terão moleza neste fim de semana. Enquanto o Galo, de Juiz de Fora, recebe o Volta Redonda-RJ, às 21h de amanhã, o Gavião Carcará vai até Ribeirão Preto, onde encara o Botafogo-SP, às 16h.
Com nove pontos na tabela, os representantes mineiros fazem campanha praticamente igual na competição. Quando se enfrentaram, na primeira rodada, empataram em 1 a 1.

“Não conseguimos fazer gols (na última rodada). Estamos tentando ajustar e procurando quem será o titular lá na frente”, comenta o técnico do Tupi, Aílton Ferraz, que demonstra preocupação com o rendimento do setor ofensivo, principalmente após o empate sem gols contra o Botafogo-SP.

Para dificultar o trabalho de Felipe Surian, juiz-forano que atualmente treina o Volta Redonda, Ferraz comandou atividades sem a presença da imprensa durante a semana.

 

E MAIS:

AMÉRICA BUSCA ENTRAR NO G-4 DA SÉRIE B

E BOA ESPORTE ENCARA FAVORITO INTER

A 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro promete fortes emoções para os torcedores de América e Boa Esporte, representantes mineiros na divisão de acesso. Enquanto o Coelho recebe o Brasil de Pelotas-RS, amanhã, às 19h, no Horto, mais cedo, às 16h30, a Coruja encara o Internacional, em Porto Alegre.
Com 16 pontos, e na quinta posição, o América busca vencer em casa – algo que tem sido raro até o momento – para, dependendo de outros resultados, poder terminar a rodada entre os quatro melhores da competição. Para se ter ideia do desempenho ruim no Independência, o time de Enderson Moreira acumula duas vitórias, dois empates e uma derrota no Horto.
O Boa, por sua vez, precisa surpreender o Colorado, no Beira-Rio, para não correr o risco de retornar à zona de rebaixamento. Com 12 pontos, o time de Varginha tem a mesma pontuação de ABC e Oeste, 17º e 18ª colocados.